BONAMIDI – Respostas ósseas a superfícies nanoestruturadas e micropadronadas em implantes dentários de Zircónia

Desenvolvimentos recentes nas tecnologias associadas aos cerâmicos produziram biomateriais com elevada resistência mecânica e melhor performance estética que o Ti. Contudo, a sua baixa bioatividade é problemática para a sua utilização em implantologia.

Os implantes cerâmicos têm sido pensados como possível solução que resolveria os problemas imunologicos e estéticos. Na história dos implantes dentários foi sempre recorrente a baixa resistência a fractura, que dificultou a aplicação destes implantes em muitas situações.

Com o desenvolvimento da zirconia estabilizada com Itria (Y-TSZ) e da alumina reforçada com zirconia (ZTA) obtém-se melhor resistência mecânica, menor susceptibilidade a fractura e maior estabilidade química.

O objetivo deste projeto é produzir e comparar os comportamentos em termos de resposta tecidular de novas superfícies para implantes dentários com as de Y-TSZ actualmente disponíveis e de Ti.

Participantes da UFP:

Mais informações em: a indicar

Entidade proponente:

  • INEB- Instituto de Engenharia Biomédica

Projeto apoiado por:

  • Fundação para a Ciência e a Tecnologia (referência PTDC/CTM/100120/2008)